Parar a brutalidade policial em Hong Kong! Não à extradição para a China!

Com a autonomia e as liberdades políticas ameaçadas, o povo de Hong Kong saiu à rua e enfrentou a violência policial contra a lei de extradição para China. O coletivo Toupeira Vermelha junta-se a este apelo internacional à solidariedade para com o povo de Hong Kong lançado pelo Partido Socialista da Malásia.

Manifestação em Hong Kong em 16 de junho de 2019. Foto de doctorho/Flickr

Nós, as organizações abaixo-assinadas, estamos profundamente preocupadas com a abordagem autoritária do governo de Hong Kong ao lidar com os recentes protestos de massa contra a proposta de lei de extradição.

Condenamos o uso sem precedentes de força excessiva pela polícia de Hong Kong ao dispersar e prender manifestantes. O uso de gás lacrimogéneo, gás pimenta, balas de borracha e outros projécteis não-letais, assim como o espancamento de manifestantes desarmados, causaram ferimentos a muitas pessoas. Tal brutalidade é inaceitável.

Apesar da manifestação pacífica massiva a 9 de junho, a maior desde a entrega de Hong Kong à China, o governo de Hong Kong liderado por Carrie Lam Cheng Yuet-ngor continua a ignorar as exigências do povo. De facto, a recusa do governo de Hong Kong em escutar as exigências do povo e a sua insistência em fazer passar a lei de extradição inflamou e expandiu os protestos.

Nos anos mais recentes, o encolher do espaço político e o comportamento cada vez mais agressivo do governo de Hong Kong no ataque às liberdades políticas e civis tornaram-se tendências preocupantes.

Muitos ativistas e dissidentes políticos foram marcados para serem presos e para uma perseguição seletiva com base em várias alegações. A erosão da liberdade democrática em Hong Kong também incute o medo de que Hong Kong esteja a perder a sua autonomia própria com a expansão do controlo político de Beijing sobre a cidade.

A deterioração da liberdade política irá entravar definitivamente quaisquer esforços de enfrentar as desigualdades sociais numa cidade com uma crescente disparidade de rendimentos.

Hong Kong é a única cidade na China que ainda pode comemorar livremente o massacre de 4 de junho. Proteger a autonomia de Hong Kong é assim não apenas uma preocupado do povo desta cidade mas também do povo de toda a China.

Instamos o governo de Hong Kong a:

– retirar a proposta de lei de extradição;

– parar a violência contra os manifestantes pacíficos;

– parar a repressão e a perseguição dos ativistas políticos.

Apoiamos o povo de Hong Kong e expressamos a nossa solidariedade com a sua luta para defender a liberdade política e a autonomia.

Subscrevem esta declaração de solidariedade até ao momento:

  1. Socialist Party of Malaysia (PSM)
  2. Persatuan Sahabat Wanita Selangor, Malaysia
  3. North South Initiative, Malaysia
  4. Agora Society, Malaysia
  5. Jaringan Rakyat Tertindas (JERIT), Malaysia
  6. Liberasi, Malaysia
  7. Socialist Alliance, Australia
  8. Australia Asia Workers Link
  9. Fightback Aotearoa/Australia
  10. Cambodian Alliance of Trade Unions (CATU), Cambodia
  11. Europe solidaire sans frontières (ESSF), France
  12. Forum Arbeitswelten – Forum Worlds of Labour, Germany
  13. Centre for Workers Education, India
  14. Worker’s Initiative, Kolkata, India
  15. Radical Socialist, India
  16. Communist Party of India (Marxist-Leninist) Liberation, India
  17. Working People Party (Partai Rakyat Pekerja), Indonesia
  18. People’s Liberation Party (PPR), Indonesia
  19. Lembaga Informasi Perburuhan Sedane (LIPS), Indonesia
  20. Confederation of National Union (Konfederasi Serikat Nasional), Indonesia
  21. Konfederasi Pergerakan Rakyat Indonesia (KPRI), Indonesia
  22. Konfederasi Persatuan Buruh Indonesia (KPBI), Indonesia
  23. National Network for Domestic Workers Advocacy (Jala PRT), Indonesia
  24. RUMPUN, Indonesia
  25. Korea House for International Solidarity, Korea
  26. Labour Education Foundation, Pakistan
  27. Partido Lakas ng Masa (PLM), Philippines
  28. Sentro ng mga Nagkakaisa at Progresibong Manggagawa (SENTRO), Philippines
  29. Labor Education and Research Network (LEARN), Philippines
  30. Kalipunan ng mga Kilusang Masa (KALIPUNAN) / Social Movements’ Coalition, Philippines
  31. Coalition Against Trafficking in Women – Asia Pacific (CATW-AP)
  32. Toupeira Vermelha, Portugal
  33. Action for Democracy in Thailand (ACT4DEM)
  34. Just Economy and Labor Institute, Thailand
  35. New Isan Movement, Thailand
  36. Socialist Resistance, UK
  37. RS21, UK
  38. Asian Solidarity Seminar
  39. TheOwl, Hong Kong
  40. Left 21, Hong Kong
  41. Borderless Movement, Hong Kong
  42. League of Social Democrats, Hong Kong

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s