PROGRAMA DO 36º ACAMPAMENTO INTERNACIONAL DE JOVENS REVOLUCIONÁRIXS

La Granja, Segóvia, Estado Espanhol – 21 a 27 Julho de 2019

Preço da inscrição: 80 Euros (inclui alimentação)

DIA 0:

20.45 – 22.00 Jantar e reunião de coordenação de campo

22.00 – 23.00 Comício boas-vindas e abertura oficial do campo

Apresentação, questões políticas e práticas, apresentação da equipa de consciencialização

                        Apresentação do Espaço Racializado

                        Apresentação do Espaço de Mulheres

                        Apresentação do Espaço LGBTIQ* e do 50º aniversário da revolta de Stonewall

1º DIA: Ecossocialismo

8.00 – 8.45   Pequeno-almoço

8.45 – 9.30   Reunião de delegação

9.30 – 11.00 Formação: Entre o green new deal e as greves climáticas estudantis, a emergência de um movimento? Uma perspectiva ecossocialista. João Camargo, Peter Saxtrup, Daniel Tanuro

11.00 – 11.15 Intervalo

11.15 – Espaço LGBTI+ : Apresentação do Espaço. A Situação internacional da luta LGBTI+: entre a opressão e a comercialização do coletivo (espaço misto)

12.30 – 12.45 Intervalo

12.45 – 14.00 Espaço LGBTI+: Tarefas do movimento e propostas de trabalho conjunto, como construímos coletivos LGBTI+?  Como intervir no movimento e tornar as nossas organizações inclusivas para LGBTI+ (espaço não-misto)

14.00 – 15.30 Almoço e sesta. Primeira reunião equipa de consciencialização

15.45 – 16.45 Reuniões interdelegações

16.45 – 18.15 Comissões

1. Perspectivas para uma greve climática internacional

2. Ecofeminismo

3. Soberania alimentar e animalismo

4. Rebelião da Extinção

5. Agroecologia entre cidade e campo: A experiência Jackson

6. O capitalismo verde impossível e a classe trabalhadora

7. A luta contra as fábricas agrícolas

8. A perspectiva verde dos coletes amarelos

9. Relação entre greve climática e greve feminista

10 . Catástrofes climáticas

18.15 – 18.30 Intervalo

18.30 – 19.30 Espaço pessoas racializadas: Apresentação do Espaço, o que é o racismo? (espaço misto)

19.30 – 21.00 Reunião de delegação. Inclui apresentação e debate sobre consentimento e apresentação da equipa de consciencialização

21.00 – 22.15 Jantar e reunião de coordenação do campo

2º DIA: Feminismo

08.00 – 08.45 Pequeno-almoço

8.45 – 9.30   Reunião de delegação

9.30 – 11.00 Formação: Elementos para um feminismo internacionalista.  Tithi Bhattacharya, Laia Facet, Patricia Amaya, Marie Moïse

11.00 – 11.15 Intervalo

11.15 – 12.30 Espaço Mulheres: Apresentação do Espaço. Direito aos nosso corpos e ao prazer

11.15 – 12.30 (em simultâneo com o Espaço Mulheres): Trabalho reprodutivo durante as mobilizações feministas

12.30 – 12.45 Intervalo

12.45 – 14.00 Espaço Mulheres: preparação da festa

14.00 – 15-30 Almoço e sesta.

15.20 – 16.45 Reuniões interdelegações

16.15 – 18.15 Comissões:

1. A luta pelo aborto

2. Economia Feminista

3. Greve feminista na Suíça

4. Auto-organização e direitos sindicais dxs trabalhadrxs do sexo

5. A luta pelo aconselhamento feminista e LGBTI+

6. Autodefesa feminista

7. Assédio sexual em Universidades

8. Greve estudantil no 8M

9. Trabalho Emocional

10. A reação conservadora do patriarcado aos movimentos feministas

11. História do 8 de Março

18.15 -18.30 Intervalo

18.30 – 19.30 Comissões Permanentes:

– Movimento ecológico e climático

– Solidariedade migrante

– Precariedade e sindicalismo alternativo

– Movimento feminista

19.30 – 21.00 Reunião de delegação.

21.00 – 22.15 Jantar. Reunião de coordenação do campo.

22.15 – 22.45 Comício da Festa feminista

3º DIA: Juventude e classe

08.00 – 08.45 Pequeno-almoço

8.45 – 9.30   Reunião de delegação

9.30 – 11.00 Formação: A defesa das nossa cidades. Comercialização, especulação e direito à habitação  Rebeca Martínez, Jesús Rodriguez, Jaime Palomera, Felice Mometti

11.00- 12.15 Reuniões interdelegações

12.15 – 14.00 Espaço conjunto: Redistribuição vs. reconhecimento, políticas de identidade numa perspectiva revolucionária

13.45 – 15.30: Almoço e sesta

15.30 – 17.00: Reuniões interdelegações

16.45 – 18.15: Comissões:

                        1. Como pode uma festa ser política?

                        2. Saúde mental dxs jovens

                        3. Sindicalismo feminista

                        4. Cultura urbana, juventude e consciência de classe

                        5. Direito à cidade e o proletariado urbano

                        6. O processo revolucionário no Magrebe e no Mashreq

7. Os espaços de autodefesa da juventude trabalhadora

8. Direito à habitação e gentrificação

9. Sindicalismo estudantil

10 . Coletes amarelos

11. Situação no Brasil

18.15 -18.30 Intervalo

18.30 – 19.30 Comissões Permanentes:

– Movimento ecológico e climático

– Solidariedade migrante

– Precariedade e sindicalismo alternativo

– Movimento feminista

19.30 – 21.00 Reunião de delegação.

21.00 – 22.15 Jantar. Reunião de coordenação do campo.

22.15 – 23.15  Mesa Redonda: Sucesso de experiências na luta contra a precariedade

4º DIA: LGBTI+

08.00 – 08.45 Pequeno-almoço

8.45 – 9.30   Reunião de delegação

9.30 – 11.00 Formação: Luta e Resistência do movimento LGBTI+ contra a ascensão da extrema-direita.  Peter Drucker, Sérgio Vitorino, Nina Trige, Maral Jefroudi (a confirmar)

11.00 – 11.30 Intervalo

11.15 – 12.30 Espaço LGBTI+: 50 anos de Stonewall, a importância de construir e defender espaços seguros como forma de promover a auto-organização (espaço misto)

12.40 – 12.45 Intervalo

12.45 – 14.00 Preparação da festa (espaço não-misto)

14.00 – 15.30 Almoço e sesta

15.30 – 16.45 Reuniões interdelegações

16.45 – 18.15 Comissões:

1. Gays e Lésbicas solidárixs com xs migrantes

2.Movimento feminista no movimento LGBTI+

3. As experiências de marchas críticas

4. Mundo rural e coletivos LGBTI+

5. Transmisoginia nas nossas organizações

6. Fronteiras trans: patologização, leis e visibilidade

7. Educação sexual/Des-sexualização dos espaços queer

8. PREP o que é e que se passa? (PT-B)

9. Relações poli

10. Pinkwashing e homonacionalismo

18.15 -18.30 Intervalo

18.30 – 19.30 Comissões Permanentes:

– Movimento ecológico e climático

– Solidariedade migrante

– Precariedade e sindicalismo alternativo

– Movimento feminista

19.30 – 21.00 Reunião de delegação.

21.00 – 22.15 Jantar. Reunião de coordenação do campo.

22.15 – 22.45 Comício da festa LGBTI+

5º DIA: Migrações, antirracismo e antifascismo

08.00 – 08.45 Pequeno-almoço

08.45 – 09.45   Reunião de delegação

09.45 – 11.15 Formação: Luta antirracista, autorganização e resistência (Laurent Sorel, Ahlem Beladj, Mamadou Ba, Fo Benlisoy)

11.15 – 15.15 Descanso, Olimpíadas Ativistas e almoço.

15.15 – 16.30 Passos e alianças para um internacionalismo feminista  ou dos 99%, na Europa? O que aprender com as relações transnacionais do feminismo na América latina?

16.30 – 16.45 Intervalo

16.45 – 18.00 Debate: Caraterísticas dos  discursos. Estratégias comunicativas. Como a diversidade na prática política em torno da construção do 8M permite articular um discurso integral de questionamento do sistema patriarcal.

16.45 – 18.00 (em simultâneo com Espaço Mulheres): Tempo e distribuição de tarefas dentro das nossas organizações políticas

18.00 – 19.30 Comissões:

1. Gronelândia

2. Solidariedade com refugiados e migrantes

3. Imperialismo e neocolonialismo suíços

4. Apartheid na Palestina

5. A experiência da MENA

6. Islamofobia e antisemitismo

7. O que fazer com os símbolos do colonialismo?

8. Experiências de mutualismo entre migrantes e nativos

9. China e o novo imperialismo

10. Campos de detenção  líbios, cumplicidade italiana e indiferença da UE

19.30 – 21.00 Reuniões delegação

21.00 – 22.15 Jantar. Reunião de coordenação do campo.

6º DIA: Partido e estratégia

08.00 – 08.45 Pequeno-almoço

08.45 – 09.30 Reunião de delegação

09.30 – 11.00 Formação: Organização na juventude: que organizações para que movimentos? (Marta Autore)

11.00 – 11.15 Intervalo 1

11.15 – 12.30 Espaço mulheres: sessão de balanço

12.30 – 14.00 Comissões:

1. Boicote a eventos culturais como a Eurovisão

2. Marxismo e populismo

3. Experiências de construção da greve feministas

4. Reforma vs. Revolução

5. Lutas sociais e deficiências

6. Eurexit: que alternativas para a esquerda? (Catarina Príncipe)

7. Como usar redes sociais para a militância política?

8. Organização de campanhas e estratégias

9. Construir movimentos ecologistas  transnacionais

10. Mobilização comunitária em situações de despejos

11. EUA: O que podem xs revolucionárixs esperar de Sanders e do DSA?

12. Situação na Ucrânia

14.00 – 15.30 Almoço e sesta

15.00 – 15.30 Reunião de balanço da equipa de consciencialização

15.00 – 16.45 Espaço de pessoas racializadas: Discussão estratégica e balanço (espaço não-misto)

16.45 – 18.00 Espaço  LGBTI+: Sessão balanço

18.00 – 19.30 Reuniões delegação

19.30 – 21.00 Limpeza de campo, arrumação e reunião de coordenação

21.00 – 22.15 Jantar

22.15 – 23.00 Comício encerramento e até ao próximo ano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s